Cid apoia Dilma e diz que é hora de olhar para frente

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), disse hoje que vai apoiar a candidatura de Dilma Rousseff (PT) à Presidência da República. Questionado se iria se empenhar na campanha petista, Cid Gomes respondeu: "Claro que sim".

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

21 Maio 2010 | 18h19

O governador se encontrou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília. Segundo ele, a conversa girou em torno de assuntos administrativos - entre eles, o projeto de uma refinaria da Petrobras que deve ser construída no Ceará.

De acordo com Cid Gomes, o presidente Lula perguntou por Ciro Gomes. "(Ciro) Está nos Estados Unidos, tirou uns dias aí", afirmou o governador.

Sobre a sucessão presidencial deste ano, ele afirmou que não "é mais hora de olhar para trás". "A gente tem de olhar para frente, as coisas são assim".

O governador disse que escuta queixas de pessoas sobre a ausência de Ciro Gomes, seu irmão, na disputa presidencial. "Pessoas chegam a mim e dizem ''Ah, eu lamento muito''. Mas eu tenho de olhar para frente, tenho certeza de que será a postura do Ciro também. A decisão do partido foi de não ter candidato. A gente tem de aceitar e se submeter a ela".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.