Chuvas garantem energia no Nordeste por dois anos

Depois de ter deixado um rastro de destruição no interior baiano nos últimos meses as chuvas sãoresponsáveis por uma ótima notícia: a Barragem de Sobradinho, entre os estados da Bahia e Pernambuco, considerado o maiorlago artificial do mundo, encheu como não ocorria há dez anos. Está com 98,8% da capacidade total de 34 bilhões de metros cúbicos de água. São 350 quilômetros de lâmina d´água entre o muro da barragem e o final do lago, na calha do Rio São Francisco. O resultado dessa abundância, segundo o diretor da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) em Sobradinho PauloVieira é que o abastecimento de energia no Nordeste está garantido para os próximos dois anos, mesmo que não caia uma gota de chuva nesse período. A água de Sobradinho está permitindo a Chesf encher outra barragem situada mais abaixo do rio, Itaparica que suporta 7 bilhões de metros cúbicos e já estava ontem (22) com 79% de sua capacidade. "O período de chuvas não poderia ter sido melhor para o sistema energético do Nordeste", comemorou Vieira. Como Sobradinho aumentou a vazão de sua comportas para 3.600 metros cúbicos de água por segundo, algumas ilhas do SãoFrancisco e a parte baixa da cidade de Juazeiro foram alagada. Barraqueiros que vendem cerveja e tira-gostos nessas ilhas de praias fluviais principalmente na Ilha de Rodeadouro tiveram suas barracas submersas. "Essas pessoas se instalaramilegalmente nessas áreas e não podem reclamar", disse Vieira, explicando a legislação ambiental prevê construções a umadistância de 500 metros da calha do rio exatamente para evitar o assoreamento. Conforme o diretor, embora a Chesf tenha autorização oficial para liberar uma vazão de 8 mil metros cúbicos por segundo das suas comportas, a média de 3.600 deve ser mantida nos próximos dias até começar a cair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.