Churrasco de Tarso acaba com ministro mordido

Cocker ciumenta estranha Haddad

O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2016 | 00h00

Não por ciúmes políticos, mas da dona, há pouco mais de um mês a cadela cocker spaniel Faísca, de Sandra Genro, mulher do ministro Tarso Genro (Justiça), mordeu de raspão o rosto do ministro Fernando Haddad (Educação). "Foi uma coisa pequena. Nada da tragédia que poderia ter acontecido se fosse, por exemplo, um pit bull", contou um amigo de Haddad.Era domingo, no fim de um churrasco na casa de Tarso. Haddad foi até a cadeira onde estava Sandra para se despedir e Faísca, no colo dela, não gostou da aproximação do desconhecido e reagiu com uma mordida. O mais assustado com tudo o que aconteceu foi o ministro da Justiça.Tarso sugeriu que a ferida fosse lavada com água e sabão; depois, tratada com o velho mercúrio cromo. Depois ainda, lembrou de aconselhar Haddad a procurar um médico imediatamente. Mas o ministro da Educação apenas lavou o local com água e sabão. Alegou que fora um arranhão, apenas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.