Chrétien é persona non grata em São José dos Campos

Os vereadores de São José dos Campos encaminharam o título de Persona Non Grata à Embaixada do Canadá, conferido ao primeiro-ministro do País, Jean Chrétien. O decreto do legislativo foi votado na noite desta terça-feira, em sessão extraordinária, sendo aprovado por unanimidade. Essa é a primeira de uma série de medidas adotadas pelo comitê anti-Canadá, formado na semana passada na cidade por sindicatos, entidades empresariais e políticos. "Temos recebido bastante apoio inclusive de outros lugares", comentou o vereador Walter Hayashi (PSB). O título de Persona Non Grata dado a Chrétien é o primeiro conferido a uma autoridade estrangeira no município. O Vale do Paraíba é um dos maiores núcleos exportadores do Brasil, e o comitê buscará amanhã o apoio da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer). O vice-presidente de relações externas da companhia, Henrique Rzezinfki, receberá às 15 horas uma comissão formada por integrantes do movimento anti-Canadá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.