Chinaglia quer aprovar reforma tributária no 1º semestre

Presidente da Casa reitera ainda que a Câmara e o Senado pretendem alterar tramitação das MPs

LEONARDO GOY, Agencia Estado

25 de março de 2008 | 14h22

O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse nesta terça-feira, 25, que a Casa está se preparando para aprovar a proposta de reforma tributária  ainda no primeiro semestre deste ano. "E queremos fazer isso sem deixar de ouvir as partes interessadas", afirmou. Em discurso na cerimônia de apresentação da Agenda Legislativa da Indústria 2008 da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Chinaglia reiterou ainda que a Câmara e o Senado pretendem alterar a forma de tramitação das medidas provisórias. Ele disse que o Congresso por vezes tem dificuldade de planejar suas prioridades.   Veja também:    Veja os principais pontos da reforma tributária   Entenda o caso que envolve o ex-ministro Antonio Palocci   Governo estuda aumentar tempo de tramitação de MPs  Relator da reforma tributária sai nesta terça, diz Múcio  É preciso encontrar meio termo sobre MPs, diz ChinagliaEm uma defesa da atuação do Legislativo, Chinaglia afirmou que há hoje disposição na Câmara e no Senado de fazer com que o Congresso esteja à altura de representar o povo brasileiro. Chinaglia afirmou que algumas vezes as críticas ao Congresso são justas, mas em outras ocasiões "o Congresso é a água limpa para a água suja dos outros". Nesse sentido, ele afirmou que o Brasil não pode abrir mão do seu Legislativo. "Não podemos colocar a democracia em risco", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.