Chinaglia entrega algumas relatorias do PAC à oposição

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), informou nesta sexta-feira, 16, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que decidiu ceder aos partidos de oposição o direito de relatar algumas das sete medidas provisórias (MPs) do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Os nomes dos relatores devem ser divulgados na quinta-feira, 22. "Considero democrático que todos os partidos com representação tenham relatorias", disse Chinaglia a jornalistas depois de uma audiência com Lula no Palácio do Planalto, em Brasília. "Vamos seguir o critério da proporcionalidade."Segundo Chinaglia, Lula não comentou a decisão. O presidente da Câmara avaliou que a oposição fará relatórios "razoáveis" das medidas que lhe couberem. As sete medidas do PAC e mais quatro MPs entram na pauta da Câmara a partir do dia 26, informou.O presidente da Câmara disse também que conversou com Lula sobre a escolha do novo líder do governo na Casa. "Ele pediu minha opinião e eu dei", disse. "Mas não tenho o direito de revelar esse tipo de conversa."Sobre a reforma ministerial, Chinaglia disse que o tema não foi abordado. No entanto, segundo ele, o fato de o PT estar na presidência da Câmara não significa que o partido tenha que ser contemplado com um número menor de ministérios.Este texto foi alterado às 13h47 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.