Chinaglia eleva verba de deputado para R$ 60 mil mensais

Recurso era de R$ 50,8 mil, que serve para contratação -livremente- de até 25 funcionários pelos parlamentares

Denise Madueño, de O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2008 | 17h04

O presidente da Câmara,  Arlindo Chinaglia (PT-SP), anunciou nesta quarta-feira, 16, o aumento da verba de gabinete a que cada deputado tem direito para pagar assessores parlamentares - de R$ 50.815,62, para R$ 60 mil por mês. O reajuste, segundo Chinaglia, repõe a inflação medida pelo IGPM de 2005, ano do último reajuste, até março de 2008, 15,13%, mais um ganho real de 2,94%.  Veja Também: Voê concorda com o reajuste?   Câmara decide reajustar verba de deputados acima da inflação O aumento valerá a partir deste mês. Além desse valor, eles têm direito às verbas indenizatórias, de R$ 15 mil mensais, que devem ser usadas em despesas de aluguel, manutenção de escritório, alimentação do parlamentar, serviços de consultoria e pesquisa, contratação de segurança, assinatura de publicações, TV a cabo, internet, transporte e hospedagem do parlamentar e de seus assessores, entre outras.  A verba de gabinete custa para a Câmara atualmente R$ 338,785 milhões por ano sem considerar os encargos sociais, como previdência, vale-refeição e abono de férias, que são pagos aos funcionários contratados pelos 513 deputados. Com o aumento, os gastos anuais da Câmara poderão subir para R$ 400,140 milhões, sem contar os encargos sociais. O aumento beneficia 9.500 secretários parlamentares, que recebem atualmente salários que variam de R$ 415,00 a R$ 8.200. Cada deputado pode contratar, por sua livre escolha, de cinco a 25 assessores de gabinete que tanto podem trabalhar nas dependências da Casa quanto nos Estados de origem do parlamentar. Há casos em que os deputados contratam parentes para aumentar o orçamento doméstico. (Com Agência Câmara)

Tudo o que sabemos sobre:
Chinagliaverbadeputados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.