Chinaglia ainda resiste a cassar mandato de Brito

Mesmo depois da decisão do STF que confirmou os poderes do TSE de decretar a perda de mandato de políticos que trocaram de partido, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), resiste a cassar o deputado Walter Brito (PRB-PR), que trocou o DEM pelo PRB em setembro de 2007. Para mantê-lo no cargo, Chinaglia argumentou que a decisão do Supremo não trata especificamente do caso dele."A decisão que saiu não é uma decisão do Supremo no caso concreto dele (Brito)'', disse Chinaglia.Ele explicou que a assessoria da Casa vai analisar a resolução do STF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.