Chico Alencar diz que proporá criação do Conselho de Estética

Dizendo-se "revoltado e indignado" com as absolvições de deputados acusados de envolvimento no esquema do mensalão, o deputado Chico Alencar (Psol-RJ), membro do Conselho de Ética da Câmara, partiu para a ironia. Informou que está elaborando um projeto de resolução para acabar com o Conselho de Ética e criar o Conselho de Estética e Falta de Coragem Parlamentar. Alencar disse que será um conselho de estética porque a primeira tarefa dele será "zelar pela imagem de assiduidade, transparência e senso de justiça dos parlamentares, tão atacada pelo monstro da opinião pública".Ele disse, também, que o projeto vai ampliar as situações de votos secretos na Câmara, incluindo o voto secreto na votação de projetos que tratarem de gastos de campanha, de remuneração de parlamentares e emendas de parlamentares individuais, que só poderão ser tornadas públicas a pedido de seus autores, "em seus currais eleitorais".Alencar anunciou que vai propor também, no projeto, a concessão de menção honrosa "por sagacidade e antevisão" aos deputados que renunciaram para fugir de processos disciplinares. Ele informou que está recolhendo mais sugestões para apresentar seu projeto no dia 1º de abril, dia mundial da mentira.

Agencia Estado,

23 de março de 2006 | 11h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.