Cheques pagos ao Mappin são protestados

Cerca de 40 mil cheques no valor de R$ 7 milhões foram enviados hoje aos cartórios de protesto da capital pelo juiz Luiz Beethoven Giffone Ferreira, da 18a. Vara Cível, que preside o processo de falência do Mappin. Os cheques, todos devolvidos por falta de fundos foram devolvidos por clientes da falida para pagamento de carnês. Foram apreendidos nos caixas do Mappin e em escritórios de empresas de cobrança. O valor arrecadado será destinado ao pagamento dos credores da falida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.