Chegam mais invasores a Teodoro Sampaio

Chegaram mais invasores nesta segunda-feira à noite à fazenda Santa Maria, invadida pelo Movimento dos Sem-terra (MST) nesta segunda-feira de manhã, em Teodoro Sampaio, no Pontal do Paranapanema, extremo-oeste de São Paulo.A nova leva desceu por volta das 20h30 de um caminhão com placas de Euclides da Cunha, cidade da região. O motorista, que não quis se identificar, alegou que foi contratado apenas para fazer o transporte.Ele não quis informar quanto recebeu do MST pelo frete, mas disse que ainda faria outra viagem, sem dar detalhes. O acesso à área invadida estava fechado com arame farpado. Havia fogueira e som de música. Algumas barracas ainda estavam sendo montadas.Um dos vigias do MST informou que, naquela hora, pouco antes da 21 horas, os líderes estavam descansando e não atenderiam a imprensa. Segundo boatos que circulavam no local, a maior parte dos invasores não era sem-terra.Eles tinham sido recrutados em assentamentos do Pontal e, principalmente, na periferia da cidade de Teodoro Sampaio, Mirante do Paranapanema, Euclides da Cunha.?Esse pessoal trabalha por interesse, ou dinheiro ou algum benefício do MST?, disse João Pedro Firmino, bóia-fria de uma fazenda vizinha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.