Chega ao fim da greve dos servidores da Previdência

Os servidores da Previdência de São Paulo decidiram, em assembléia, voltar ao trabalho na próxima segunda-feira, dia 26, após 107 dias paralisados. Porém, eles declaram que continuam em estado de greve. O Governo Federal se comprometeu a pagar os salários suspensos e a conceder, a partir de janeiro, o reajuste de 11% dos salários mais as gratificações. A decisão da assembléia estadual deve ser confirmada na plenária nacional dos servidores da Previdência que acontece amanhã, em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.