Chega a 26 total de vereadores 'infiéis' cassados em SP

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo cassou ontem os mandatos de dois vereadores de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, por infidelidade partidária. Os vereadores Tupinambá Vieira Lombardi e Luiz Braz Mariano deixaram o DEM para se filiarem ao PMDB e ao PSC, respectivamente. Os juízes do TRE consideraram que Lombardi e Mariano trocaram de partido sem justa causa. Os políticos ainda podem recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Com esse julgamento, subiu para 26 o total de vereadores "infiéis" que perderam o cargo no Estado em razão do entendimento do TSE de que o mandato pertence à legenda e não ao parlamentar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.