Chefe da Brigada Militar é afastado

O coronel Paulo Roberto Mendes, que chamou a atenção por sair às ruas com as tropas e agir com rigor na repressão a ações de sem-terra e sindicalistas, vai deixar o comando da Brigada Militar (a Polícia Militar gaúcha). Ele será substituído pelo subcomandante João Carlos Trindade. A decisão de afastar o coronel foi tomada ontem pelo governo do Estado. Mendes vai assumir um posto de juiz do Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.