Chávez, Lula e Kirchner não falam com imprensa

Ao término da reunião, no Palácio Miraflores, em Caracas, os presidentes da Venezuela, Hugo Chávez; do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva; e da Argentina, Néstor Kirchner, posaram para fotografias, mas não deram qualquer declaração à imprensa. O assessor especial do presidente brasileiro, Marco Aurélio Garcia, disse que o governo não teme que esse encontro possa ser usado por Chávez para obter ganho político, como avaliam adversários do seu governo. No encontro desta manhã, segundo Garcia, os três presidentes discutiram a inclusão da Venezuela no Mercosul. Chávez enfrenta uma nova crise política no país, provocada por manifestantes contra a decisão do Conselho Nacional Eleitoral de revisão das assinaturas do pedido de referendo popular para a redução do seu mandato. Segundo o assessor não cabe ao governo brasileiro opiniar sobre essa decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.