Chávez e Fidel elogiam reforma agrária brasileira

O presidente Fernando Henrique Cardoso mostrou-se satisfeito, hoje, com os comentários positivos que o programa de reforma agrária brasileiro recebeu hoje dos chefes de governo da Venezuela, Hugo Chávez, e de Cuba, Fidel Castro, que participaram com ele da inauguração de uma subestação de energia elétrica nesta localidade venezuelana. "Achei bom", disse Fernando Henrique. "Estamos fazendo um esforço muito grande. Toda pessoa que tem noção das coisas sabe que colocar 500.000 famílias no campo em quatro ou cinco anos é uma coisa muito forte", frisou. Em conversa com os jornalistas após inaugurar a subestação de energia, o presidente destacou que a reforma agrária brasileira distribuiu 20 milhões de hectares de terra. "É muita coisa, até o Fidel Castro ficou impressionado", disse Fernando Henrique. O governante cubano, que hoje está completando 75 anos e costuma fazer em Cuba discursos de longa duração, fez um pronunciamento, mas limitou-o a 30 minutos, a pedido de Chávez . Este, no seu discurso, transmitido por emissoras de rádio e televisão da Venezuela, destacou a dimensão do programa de reforma agrária brasileiro. Disse que a população venezuelana precisava saber que já haviam sido desapropriados 20 milhões de hectares de terra no Brasil durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso.IntegraçãoFHC também aproveitou a ocasião para afirmar a importância da integração do Brasil com a Venezuela e os demais países latino-americanos. "Ou (nos) integramos ou erramos", afirmou o presidente brasileiro, em discurso após a assinatura de acordos de cooperação agrária entre Brasil e Venezuela. Da assinatura dos documentos participou também o ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jungmann. Os presidentes Fernando Henrique e Hugo Chávez acabam embarcar, na Base Aérea de Santa Elena de Uairén, com destino a Boa Vista, onde vão inaugurar, no lado brasileiro, a subestação que recebe a energia elétrica venezuelana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.