Chalita se anima com pesquisa de intenção de voto

O deputado federal Gabriel Chalita, pré-candidato do PMDB à sucessão do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD), classificou como "animador" o resultado da pesquisa de intenção de voto do Instituto Datafolha divulgada ontem. O deputado aparece nos cenários avaliados na pesquisa com 3% e 5%. "Os que estão na frente são conhecidos por 100% da população. Os novatos em eleição majoritária não", comentou o deputado no Twitter.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

06 de setembro de 2011 | 19h31

Questionado por um seguidor que chamou o levantamento de desanimador, Chalita rebateu: "São animadoras sim". Assessores do deputado avaliam que os números indicam apenas que ele é ainda pouco conhecido, mas que tem grande potencial de crescimento. Outro ponto positivo é o seu índice de rejeição: 12%, ante os 32% do tucano José Serra e os 30% da senadora petista Marta Suplicy.

O deputado terá a oportunidade de se mostrar para os paulistanos a partir do dia 12, quando apresentado na TV como a grande estrela das inserções de 30 segundos do PMDB. Chalita gravou ontem três filmes sob a direção de seus marqueteiros Rui Rodrigues e Paulo Vasconcelos. Os marqueteiros conduziram as campanhas do senador Aécio Neves (PSDB) e do governador mineiro Antonio Anastasia (PSDB). A ideia do partido é mostrar a "nova cara" do PMDB em São Paulo e, a um ano do pleito, fazer o eleitorado se familiarizar com o candidato.

Com a contratação dos marqueteiros do tucanato mineiro e a ampliação de sua equipe de assessores, o deputado mostra que está levando à serio sua campanha, ao contrário das especulações sobre a possibilidade dele desistir da candidatura em favor do PT e integrar o governo Dilma Rousseff. O deputado chegou a figurar a lista de "ministeriáveis" de Dilma logo após a eleição presidencial, mas desde dezembro do ano passado nutria o desejo de disputar a eleição de 2012.

Mais conteúdo sobre:
eleições 2012Chalitapesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.