Chá do Santo Daime poderá ser liberado

O Conselho Nacional Antidrogas (Conad)reúne-se no início de junho para discutir a liberação definitivado chá ayahuasca para fins religiosos, depois de pesquisar suautilização pelas diversas entidades religiosas que fazem usoritualístico da bebida no Brasil.Segundo o chefe da Casa Militar da Presidência da República esecretário nacional Antidrogas, general Alberto Cardoso, atendência é pela liberação do chá para fins religiosos.Recentemente, no Acre, ele chegou a declarar-se favorável a essaidéia, o que ajudou a ampliar a discussão.Mais conhecido como Santo Daime, o chá ayahuasca é utilizadotambém pelo Centro Espírita Beneficente União do Vegetal e poroutras organizações de origem cabocla fundadas na década de 60no norte do país. Hoje está presente principalmente empopulações da Amazônia e particularmente no Acre. Mas também temseguidores espalhados pelo Brasil e exterior.Cardoso e o ex-secretário nacional Antidrogas WalterMayerovitch defendem seu uso em rituais religiosos, respaldandodecisão do extinto Conselho Federal de Entorpecentes (Confen). OConfen já havia coordenado longo estudo sobre o chá e seusefeitos.Para alguns, porém, a substância é alucinógena em razão dapresença da substância dimetil-triptamina, a DMT, que, com asfolhas de psychotria viridis, compõem a bebida.A Polícia Federal, por exemplo, é contra a liberação, porconsiderar a bebida alucinógena. Estudos científicos deconhecimento da Senad, porém, sustentam que a DMT, na proporçãoencontrada na bebida, é inofensiva à saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.