CGU vai divulgar lista de empresas inidôneas

O ministro Jorge Hage, da Controladoria Geral da União,anunciou ontem que o governo vai divulgar, no próximo dia 9, uma relação de empresa consideradas inidôneas para atuar junto ao poder público."Somente da Bahia nós temos informações de que são 491 empresas relacionadas", disse Hage, que participou, em Salvador, da 6ª Reunião Anual da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (Enccla).Segundo o ministro, a orientação para as diferentes instâncias de poder será a de não contratar essas empresas. "Não será uma proibição porque Estados e municípios, por exemplo, têm autonomia. Mas determinada empresa considerada inidônea pelo governo federal, não poderá participar de obras estaduais custeadas com recursos federais", exemplificou.O evento em Salvador reuniu representantes de cerca de 70 órgãos públicos federais, que durante três dias definiram metas para restringir a lavagem de dinheiro em 2009.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.