CGU recomenda e Ana de Hollanda devolverá diárias

A ministra da Cultura, Ana de Hollanda, terá de devolver as diárias recebidas por dias de folga no Rio de Janeiro, cidade onde tem imóvel próprio. O pedido foi feito ontem pela Controladoria-Geral da União (CGU) e, segundo a assessoria do Ministério da Cultura, será acatado pela ministra. "Chegou-se ao entendimento conjunto de que seria mais conveniente a devolução dos valores correspondentes às diárias recebidas naqueles dias em que não houve compromissos oficiais", disse a CGU, em nota.

AE, Agência Estado

10 de maio de 2011 | 08h04

A Corregedoria informa que serão devolvidas pela ministra, nos próximos dias, as diárias de cinco dias - 9 e 16 de janeiro, 10, 16 e 17 de abril. As datas mencionadas correspondem a, pelo menos, cerca de R$ 3 mil.

Em reportagem no domingo, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que a ministra da Cultura vinha adotando a rotina de marcar compromissos oficiais fora de Brasília, principalmente no Rio, às sextas e segundas-feiras, e receber a compensação financeira não só pelos dias de trabalho fora da capital federal como pelos sábados e domingos de folga.

Dessa forma, ao longo de quatro meses Ana recebeu cerca de R$ 35,5 mil por 65 diárias. Sua agenda oficial, no próprio site do Ministério da Cultura, não registra nenhum compromisso oficial que ela tenha cumprindo em, no mínimo, 16 desses dias. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.