CGU investigará denúncias de irregularidades sobre Furnas

A Controladoria-Geral da União (CGU) vai investigar a denúncia de irregularidades em contratos de Furnas Centrais Elétricas com empresas privadas. Segundo informações da Agência Brasil, a base da investigação será a lista, divulgada recentemente, de empresas e políticos envolvidos em um suposto esquema de caixa dois.De acordo com a assessoria de imprensa da CGU citada pela agência, o trabalho de investigação será feito por 12 auditores, responsáveis pela análise dos contratos, em conjunto com a Polícia Federal que investiga a autenticidade da carta, cujo original ainda não foi encontrado. A auditoria deve começar pelos contratos que envolvem maior volume de recursos e os que apresentam maior possibilidade de irregularidade.Supostamente assinada pelo ex-diretor de Planejamento e Engenharia, Dimas Toledo, a lista contém também nomes de mais de 150 políticos do PSDB, PFL, PTB e outros partidos, que teriam recebido dinheiro durante a campanha eleitoral de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.