Cestas chegam a 19 dos 56 municípios de PE

As cestas básicas do governo federal chegaram esta semana a 19 dos 56 municípios pernambucanos em estado de calamidade pública por causa da estiagem. Nesta primeira distribuição, Pernambuco tem direito a 58.254 cestas. O secretário-executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Sustentável, Gabriel Maciel, responsável pela coordenação do programa federal de combate à seca no Estado, disse que o número de cestas atende a cerca de 55% da demanda, o que considera "um número significativo para o início do programa". Até agora o município que recebeu maior número de cestas foi Arcoverde, 2.892, enquanto Itacuruba (ambos no sertão) ficou com o menor volume, 175. Cada cesta tem 13 kg de sete tipos de alimento. Segundo Maciel, é inevitável a insatisfação dos flagelados não credenciados para receber os alimentos. Anteriormente, outras 35 mil cestas foram distribuídas pelo Estado nos municípios em calamidade.A água distribuída em carros-pipa sob o comando do Exército está atendendo, de acordo com o secretário-executivo, 70% das necessidades dos 56 municípios. São 130 veículos fazendo a distribuição. O governo estadual garantiu estar complementando os 30% restantes da demanda.O cadastramento dos agricultores que terão direito ao bolsa-renda, no valor de R$ 60,00 mensais, deve começar em Pernambuco até o dia 4. Para se alistar o candidato deve ser agricultor familiar, ter entre 16 e 60 anos e morar em município em estado de calamidade pública ou estado de emergência reconhecida pelo governo federal. Uma família com até quatro integrantes tem direito a um beneficiário. De 5 a 8, a dois beneficiários. A partir de nove pessoas, três beneficiários.De acordo com Gabriel Maciel, o Ministério da Integração Nacional, com base em parecer jurídico, determinou que o programa da seca poderá ser estendido aos municípios em estado de emergência reconhecida pelo governo federal. Antes, só podiam ser contemplados com a ajuda federal os que estavam em calamidade pública. Como Pernambuco tem outros 71 municípios do agreste em estado de emergência já reconhecida, 127 municípios podem ser atendidos.Há 521 municípios do semi-árido nordestino em estado de calamidade pública reconhecida pela União. Outros 132 se encontram em processo de reconhecimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.