Cesar Maia não participa do lançamento da candidatura do filho

Pai do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse estar 'febril' nesta quinta-feira

Isadora Peron e Igor Gadelha, O Estado de S. Paulo

08 Março 2018 | 17h12

Sem esconder as ressalvas que faz à pré-candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ), o pai do presidente da Câmara, Cesar Maia, não participou do lançamento do nome do filho ao Palácio do Planalto realizado nesta quinta-feira, 8, em Brasília.  

Ao Estado, Cesar Maia, que é vereador pelo Rio, disse que estava "febril" e "com pressão baixa" e, por isso, decidiu ficar na capital fluminense. 

++ Maia lança pré-candidatura ao Planalto e diz que vai trabalhar para ter nome 'viável'

"Hoje (quinta) forcei um pouco fui ao plenário (da Câmara de Vereadores do Rio) falar das escolhas do Rodrigo e de ACM Neto (novo presidente do DEM). Tentei ler o manifesto apresentado pelo DEM em Brasília. Não consegui ler até o final. Sentei um pouco e em seguida pedi do microfone autorização da Mesa para me ausentar", disse o vereador, por e-mail.

Em uma entrevista na semana passada, Cesar Maia disse não acreditar na viabilidade da candidatura do filho e apostar numa vitória do tucano Geraldo Alckmin na disputa.

++ Partidos sinalizam apoio a Maia

Após o episódio, Maia minimizou as declarações do pai e disse que não tinha como ficar bravo com ele "por mais de um dia". Para tentar afastar a desconfiança em torno da viabilidade do seu nome, no entanto, o presidente da Câmara aumentou o tom contra o PSDB, um parceiro histórico do DEM, e disse que, por ora, não está em discussão apoiar Alckmin.

++ ‘Maia não será candidato do governo’, diz ACM Neto

Em seu discurso nesta quinta, Maia citou o pai e enalteceu a experiência dele, que já foi prefeito do Rio e deve disputar o governo do Estado este ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.