Cesar Maia diz que Lula prepara programa destinado aos jovens

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje aos prefeitos do Rio, Cesar Maia, e o de Salvador, Antonio Imbassahy, ambos do PFL, que está preocupado com a falta de expectativa dos jovens e que, por isso, o governo estaria preparando um programa para melhorar essa situação. Segundo o prefeito do Rio, Lula deixou clara sua disposição de manter um relacionamento respeitoso com os prefeitos, apesar das diferenças partidárias. "O governo federal tem sido extremamente generoso com o Rio, e nossas relações vão muito bem", afirmou o presidente, segundo relato do prefeito. Ele disse que, na conversa, reclamou do Banco do Brasil, que não estaria cumprindo a lei que dá aos municípios acesso a depósitos judiciais e estaria fazendo caixa com os recursos. O prefeito defendeu, além disso, a utilização da receita corrente líquida como base de cálculo da dívida dos municípios, como previsto na Resolução 43 do Senado. "Isso não vem sendo aplicado, e hoje o Ministério da Fazenda continua a trabalhar com o conceito da medida provisória da renegociação das dívidas dos Estados e Municípios, que está arquivada, vencida", afirmou.O presidente está reunido com os 26 prefeitos da Frente Nacional, acompanhado dos ministros Aldo Rebelo, da Coordenação Política, Ciro Gomes, da Integração Nacional, e Luiz Dulci, da Secretaria Geral da Presidência. O prefeito do Rio Cesar Maia defendeu a participação do presidente Lula na campanha eleitoral para as prefeituras. "Acho absolutamente normal que o presidente esteja na campanha de seus candidatos", afirmou. "Mas outra coisa é municipalizar a presidência da República." Ao comentar a sucessão paulista, Cesar Maia disse avaliou que uma vitória ou derrota do PT vai ter desdobramento nacional. ?Os candidatos em São Paulo podem municipalizar o quanto quiserem, mas o resultado, obviamente, vai ser nacional", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.