César Maia critica governo do PT durante debate no Rio

O candidato à prefeitura do Rio de Janeiro, e atual prefeito César Maia (PFL) fez críticas veladas ao atual governo do PT sem, contudo, citar nominalmente o partido. Em suas considerações finais, no debate de cinco candidatos à Prefeitura do Rio, realizado nesta manhã, Maia afirmou que o eleitor atualmente vive uma situação de "condições extraordinárias". "Antes, alguns partidos políticos não tinham governado. Eles tinham o monopólio do social, o monopólio do discurso. Ele diziam que iam fazer e acontecer, que o salário mínimo era muito baixinho (...). Agora, o salário mínimo nunca esteve tão baixo, e os aposentados, massacrados", afirmou. Ele fez críticas veladas ainda ao candidato à prefeito, senador Marcelo Crivella, por ele ser do PL, o mesmo partido do vice-presidente da República, José Alencar, e do ministro do Transportes Alfredo Nascimento. "Tudo que comentamos sobre (os problemas) do Transporte, aqui, no Rio de Janeiro, ele poderia fazer pelo seu partido", observou. Durante o debate, Maia fez algumas críticas sobre o repasse de recursos federais ao Estado do Rio, no que foi rebatido pelo candidato do PT, mesmo partido do governo federal, deputado Jorge Bittar. O petista pediu que parasse de se imputar responsabilidade ao governo federal por problemas de gestão da Prefeitura do Rio e classificou sua candidatura como uma oportunidade de iniciar parcerias entre governos municipal e federal."Sou do partido do presidente da República. Isso poderia ser uma oportunidade de parcerias com o governo federal, estimulando mais investimentos federais no Rio de Janeiro. Também participaram do debate a deputada Jandira Feghali (PCdoB) e Luiz Paulo Conde (PMDB).BrizolaO falecido presidente nacional do PDT, Leonel Brizola, foi citado hoje por três dos cinco candidatos, durante o debate promovido TV Globo. O atual prefeito César Maia pediu 10 segundos de silêncio em homenagem à Brizola antes de responder sua primeira pergunta no debate, sobre o tema de segurança. Após a lembrança de Maia, a deputada Jandira Feghali (PcdoB) ao responder uma pergunta sobre o tema educação, afirmou que este "era o melhor tema para homenagear Brizola". O candidato Luiz Paulo Conde (PMDB), logo em seguida concordou com Jandira, ao falar sobre o tema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.