Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Cerimonial do Planalto faz hoje ensaio da posse

Confirmaram presença o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, o primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, e os presidentes José Mujica (Uruguai), Michelle Bachelet (Chile) e Nicolás Maduro (Venezuela)

O Estado de S.Paulo

28 de dezembro de 2014 | 02h01

Enquanto Dilma Rousseff descansa na Base Naval de Aratu, na Bahia, o cerimonial do Palácio do Planalto faz os ajustes finais da cerimônia de posse, marcada para o dia 1º. Hoje, será feito um ensaio para simular o trajeto da presidente e conferir os procedimentos de segurança do evento.

No roteiro, Dilma deve chegar à catedral às 14h40 e fazer um desfile no Rolls-Royce até o Congresso, para a cerimônia de compromisso institucional. De lá, segue para o Palácio do Planalto, faz pronunciamento no parlatório às 16h30 e recebe cumprimentos de chefes de Estado.

No Planalto, a proximidade da posse já pode ser vista. Mil cadeiras foram levadas ao salão nobre e outras mil para o andar térreo para acomodar o público. No salão leste, poltronas foram colocadas para as autoridades. Confirmaram presença o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, o primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, e os presidentes José Mujica (Uruguai), Michelle Bachelet (Chile) e Nicolás Maduro (Venezuela). A incógnita é o clima de Brasília, já que fortes chuvas têm atingido a cidade. Por ora, a previsão é de tempo seco. / RAFAEL MORAES MOURA e L.P.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.