Cerca de 30 mil manifestantes caminham para o Parque da Redenção

Os manifestantes reunidos na capital gaúcha para protestar contra o PT e o governo da presidente Dilma Rousseff saíram por volta das 15h30 do parque Moinhos de Vento, depois de cantarem o hino nacional, começaram uma caminhada até o parque da Redenção, num percurso de cerca de 3 quilômetros.

GABRIELA LARA, CORRESPONDENTE, Estadão Conteúdo

15 de março de 2015 | 16h33

O público é estimado em 30 mil pessoas pela Brigada Militar e de 50 mil pelos organizadores, do Movimento Brasil Livre. Entre os participantes há pessoas de todas as idades, desde crianças a idosos. Quase todos vestem verde e amarelo, e muitos carregam bandeiras do Rio Grande do Sul e do Brasil.

Na linha de frente do grupo, manifestantes carregam uma grande faixa dizendo "fora Dilma". A todo instante entoam gritos como "esse País não é do PT, é de todos os brasileiros", "um, dois, três, Lula no xadrez" e "esta manifestação não é de nenhum partido, é de todos os brasileiros".

No carro de som que acompanha o cortejo, os organizadores, afirmaram que o ato não apoia uma intervenção militar. No meio dos manifestantes, no entanto, é possível encontrar uma minoria com cartazes que diziam "S.O.S forças armadas" e "intervenção militar já".

No trajeto entre um parque e outro, os manifestantes recebem apoio de inúmeros moradores que acompanham a passeata das janelas de prédios. Num trecho, os participantes pararam para vaiar dois moradores que tinham uma bandeira vermelha pendurada na janela.

Em todo o percurso o grupo é seguido de perto por um grande contingente da Brigada Militar, mas por enquanto toda a manifestação é pacífica.

Também há marchas em andamento no interior do RS, em cidades como Caxias do Sul e Santa Maria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.