Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Centrais defendem permanência de Lupi em carta a Lula

A Força Sindical, Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) entregaram hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma carta conjunta defendendo a permanência do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, no cargo. Lupi é questionado pela Comissão de Ética Pública da Presidência da República por acumular a função de ministro com a de presidente nacional do PDT. "A nossa bancada decidiu que não pode aceitar que Lupi saia do cargo. Parece que querem criminalizar os partidos", afirmou o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, presidente da Força Sindical. Na carta, as centrais afirmam que o ministro do Trabalho é "vítima de uma explícita campanha difamatória, sofrendo uma implacável perseguição política". Paulinho disse que a Central Única dos Trabalhadores (CUT) não assina a carta com as outras centrais porque enviou a Lula uma nota individual defendendo Lupi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.