Centenas participam de ato pró-Dilma no Rio

Centenas de pessoas estão reunidas na Cinelândia, no centro do Rio, para um ato político em defesa da candidatura da presidente e postulante à reeleição, Dilma Rousseff (PT). O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é esperado no ato, organizado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), que prevê uma passeata até a sede do Petrobras, também no Centro do Rio, na Av. República do Chile.

IDIANA TOMAZELLI E TIAGO ROGERO, Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2014 | 11h29

Os organizadores descrevem o evento como um "ato em defesa da Petrobras, do pré-sal e do Brasil", mas, nos discursos e bandeiras, reconhecem ser uma manifestação em apoio à candidatura de Dilma. Participam também a Central Única dos Trabalhadores (CUT), sindicatos como o Sindipetro e a União Nacional dos Estudantes (UNE).

A concentração é acompanhada de perto por dezenas de policiais militares, muitos trajando os equipamentos de proteção individual que, nas manifestações de rua, ganharam o apelido de "Robocop". A PM ainda não fez uma estimativa de público, mas as centenas de pessoas (com bandeiras de Dilma, CUT, FUP e de outros candidatos que apoiam a candidatura da petista à presidência) já tomam metade da Cinelândia, ocupando toda a extensão da Biblioteca Nacional. "É um ato que defende o pré-sal, a Petrobras e o Brasil, e a única candidatura, tem que deixar claro isso, que espelha todo esse segmento é a de Dilma", afirmou o coordenador da FUP, Zé Maria Rangel.

Para o ato, eram aguardados os quatro candidatos ao governo do Rio apoiados por Dilma. Anthony Garotinho (PR) e Luiz Fernando Pezão (PMDB), que lideram as pesquisas de intenção de voto, não divulgaram o evento em suas agendas, mas Marcelo Crivella (PRB) e Lindbergh Farias (PT) ainda são aguardados. O ex-presidente só deve chegar por volta de 12h30.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesDILMApré-sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.