Censura prévia a jornais é criticada

Em nota divulgada ontem, a Associação Nacional de Jornais condenou decisão da Justiça que determinou que os jornais Diário do Pará, O Liberal e Amazônia evitem publicação de imagens de pessoas vítimas de acidentes e/ou mortes brutais, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. A ANJ considera que a lei já prevê casos em que a imprensa não deve reproduzir determinadas imagens. "A interdição geral e a priori é uma descabida censura prévia", diz a ANJ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.