Celso Amorim: Para o Brasil, tanto faz Bush ou Kerry

Depois de se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, disse que o governo só vai se pronunciar sobre o resultado das eleições nos EUA depois que as apurações forem concluídas. Segundo Amorim, para o Brasil independe quem vai ganhar as eleições, se o candidato republicano, George W. Bush, ou se o democrata John Kerry. Na opinião do ministro, as relações vão se manter boas porque são de Estado.Ele assegurou que a relação com a equipe do presidente Bush é muito boa e não há razão para crer que com outro presidente seria diferente. O chanceler disse que conversou superficialmente sobre o assunto com o presidente Lula e ressaltou que a relação entre os dois presidentes também é muito boa. "O importante é que prevaleça a vontade do povo(americano)", disse Amorim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.