CCJ do Senado aprova flexibilização da Voz do Brasil

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje o projeto de lei que flexibiliza a transmissão do programa "Voz do Brasil". Pela proposta, o programa poderá ser exibido - sem cortes - entre as 19 horas e 23 horas. Hoje, o programa, conhecido pelo bordão "Em Brasília, 19 horas", é transmitido entre as 19 horas e 20 horas por todas as emissoras de rádio. O programa serve como instrumento de divulgação da atuação dos parlamentares, um tempo de vitrine midiática de alcance nacional.

CAROL PIRES, Agência Estado

10 de novembro de 2010 | 15h34

A maior reclamação das rádios, no entanto, é de que a audiência cai muito quando a programação é interrompida para transmitir a Voz do Brasil - de 19,42% para 2,44%, segundo pesquisa do InterMeios. "A flexibilização do horário de transmissão do programa atende à desejável liberdade a ser conferida aos radiodifusores de determinar o momento mais adequado para a transmissão do programa", afirma o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), relator do projeto.

Pelas alterações feitas pelo Senado, as rádios deverão informar aos ouvintes, às 19 horas, o novo horário de transmissão da Voz do Brasil. Apenas as rádios educativas não poderão alterar o horário do programa.

Os senadores também incluíram emenda ao projeto para que rádios ligadas aos poderes Executivo e Legislativo, como a Rádio Senado e a Rádio Câmara, poderão flexibilizar o horário quando estiver havendo sessão plenária. O texto ainda precisa ser aprovado pela Comissão de Educação e pelo plenário do Senado, antes de voltar para uma segunda rodada de votação na Câmara dos Deputados.

Tudo o que sabemos sobre:
transmissãoVoz do BrasilCCJSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.