CCJ do Senado adia votação da PEC dos precatórios

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) adiou para quarta-feira da próxima semana a votação da proposta de emenda constitucional (PEC) que muda as regras do pagamento de precatórios (débitos de entes da federação determinados por sentença judicial). A votação estava prevista para hoje, mas divergências no projeto levaram ao adiamento. A PEC foi elaborada pelo atual ministro da Defesa, Nelson Jobim, que na época era ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), e foi assinada pelo então presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.