CCJ deve analisar decisão do Conselho sobre Calheiros

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, senador Marco Maciel (DEM-PE), deve convocar uma reunião extraordinária da comissão após a sessão do conselho de Ética que examinará o caso do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). O objetivo é avaliar a legalidade da decisão caso o Conselho decida pela cassação do mandato de Calheiros, na reunião marcada para as 10 horas de amanhã. A decisão de convocar uma reunião extraordinária da CCJ atende a uma manifestação dos líderes de todos os partidos na sessão plenária desta tarde, que defenderam a celeridade na definição do caso. Calheiros é acusado, neste processo, de ter despesas pessoais pagas por um lobista da empreiteira Mendes Júnior. Em outros dois processo no Conselho, o senador é réu por suposto favorecimento à cervejaria Schincariol e por supostamente ter usado laranjas para comprar rádios e jornais em Alagoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.