CCJ aprova relatório que pede cassação de Renan

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou a legalidade do relatório que pede a cassação do mandato do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), por quebra de decoro parlamentar. Agora, o processo será levado para votação no plenário da Casa, na semana que vem. Calheiros é acusado de ter despesas pagas por um lobista da empreiteira Mendes Júnior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.