CCJ aprova emenda que dá direito a licença aos pais adotivos

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou proposta de emenda à Constituição que estende a licença maternidade e a licença paternidade aos pais adotivos. Atualmente esse direito é concedido apenas a pais biológicos. O relator do projeto, deputado Mendes Ribeiro (PMDB), considerou em seu relatório que algumas legislações já estendem esse benefício às mães adotivas e argumenta que se a Constituição dá direitos iguais a filhos biológicos e adotivos, o mesmo deve valer para os pais. Aprovada na CCJ, será instalada agora uma comissão especial para discutir a proposta, antes da votação em dois turnos pelo plenário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.