CBF convidou deputados para o futebol, esclarece Aécio

Diante da movimentação de deputados federais para assistir ao jogo da seleção brasileira em Belo Horizonte, o governador de Minas, Aécio Neves, esclareceu que não é ele, mas a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) é quem está fazendo os convites para que os parlamentares assitam a Seleção brasileira enfrentar a Argentina no Mineirão. Durante toda a tarde, vários líderes da base avaliaram que o futebol poderia ser um complicador para o governo, tirando o quórum da votação do medida provisória que estabelece o salário mínimo de R$ 260,00. "Estou acompanhando atentamente o desenrolar da votação em Brasília e tenho certeza de que os deputados irão priorizar os interesses do País e os mineiros, em específico, os interesses de Minas", disse Aécio, por telefone.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.