André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

'Castro disse que é PMDB e PMDB é da base do governo', diz Moreira Franco

Segundo o secretário-executivo do Programa de Parcerias e Investimentos, no entanto, candidatura do peemedebista 'não estava sendo cogitada'

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2016 | 12h20

RIO - O secretário-executivo do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), Moreira Franco, disse nesta quarta-feira, 13, que a candidatura do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), ex-ministro da Saúde no governo da presidente afastada Dilma Rousseff, para a presidência da Câmara “não estava sendo cogitado”. Segundo Moreira, no entanto, Castro conversou na terça-feira, 12, com o presidente em exercício Michel Temer e disse ser da base do governo. “Castro disse que é PMDB e PMDB ‘e da base do governo”, afirmou Moreira.

O secretário-executivo disse ainda que Planalto está afastado da disputa e a ideia é continuar distante. Para Moreira, o melhor nome para o cargo é o que conseguir agregar mais apoio, tanto para melhorar a imagem do Legislativa quanto para liderar votações de medidas para ajudar na saída da crise econômica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.