Cassol obtém recurso e se mantém no cargo

O governador de Rondônia, Ivo Cassol (sem partido), obteve recurso no Tribunal Regional Federal da 1.ª Região contra decisão da Justiça Federal que havia determinado seu afastamento do cargo por 90 dias. Ele é acusado pelo Ministério Público Federal de intimidação de testemunhas e improbidade administrativa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.