Casos de dengue diminuem 85% em 2003

O número de casos notificados de dengue no País este ano baixou cerca de 85% em relação ao mesmo período do ano passado. A informação é do ministro da Saúde, Humberto Costa, que participou de uma reunião com agentes de saúde da região Sul e avaliou o resultado do combate à doença e ao mosquito Aedes Aegypti. Nos três primeiros meses do ano, o número de notificações caiu de 521 mil para 79 mil. Durante todo o ano passado, houve 800 mil notificações.De acordo com o ministro, vários fatores contribuíram para esse resultado, entre eles as condições climáticas, a conscientização da população e o trabalho realizado desde o ano passado pela União, Estados e municípios. "Mas isso não permite arrefecer as medidas e esperar que no próximo ano, sem os mesmos esforços, possa ter o mesmo resultado", alertou Costa.No ano passado, foram investidos R$ 1 bilhão no combate à dengue. Este ano, o ministro calcula que os investimentos serão os mesmos. A intenção do ministério é fazer um grande treinamento para que os 48 mil agentes da dengue tenham uma visão geral de outras doenças endêmicas. "Aí teremos um trabalho integrado e mais qualificado no combate a essas doenças", afirmou Costa.De acordo com o diretor do Centro Nacional de Epidemiologia, Jarbas Barbosa, a dengue será um "problema permanente", em razão de o mosquito transmissor ter grande capacidade de adaptação às modernidades da vida urbana. Além dos trabalhos de prevenção, eliminando os locais de proliferação do mosquito, uma das esperanças é a vacina que vem sendo testada na Tailândia e Costa Rica. A expectativa é que em cinco anos ela já esteja no mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.