Caso Waldomiro teve impacto negativo na avaliação do governo

A crise provocada pelas denúncias envolvendo o ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República Waldomiro Diniz, teve impacto negativo na avaliação do governo, de acordo com a primeira pesquisa CNI/Ibope de 2004. Solicitados a relacionar, espontaneamente, as notícias que lembravam o governo, 12% dos dois mil entrevistados pelo Ibope citaram matérias e artigos referentes ao caso Waldomiro Diniz. O segundo item mais citado foi o fechamento dos bingos, indicado por 10% dos entrevistados pelo Instituto entre os dias 20 e 25 deste mês no País. O trabalho feito pelo governo para evitar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos foi apontada por outros 4%. "No total, considerando que todos os temas são vinculados, 26% do que se apreendeu sobre a administração Lula tem relação com o episódio Waldomiro Diniz", argumentam os técnicos da CNI. O porcentual de entrevistados que não souberam opiniar ou não lembraram de nenhuma notícia sobre o governo foi extremamente alto: 67%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.