Caso Varig: Teixeira chega ao Senado para depor

O advogado Roberto Teixeira chegou por volta das 10 horas à Comissão de Infra-Estrutura do Senado, para esclarecer o processo da venda da VarigLog. Amigo e compadre do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Teixeira é suspeito de praticar tráfico de influência nesse processo. No momento em que Teixeira chegou ao Senado, nenhum senador estava na comissão. A audiência estava marcada para as 10 horas.Os três empresários brasileiros sócios do fundo Matlin Patterson na compra da VarigLog - Marco Antônio Audi, Luiz Eduardo Gallo e Marcos Haftel -, que também iriam prestar depoimento hoje à comissão, alegaram a coincidência de audiência na Justiça paulista e adiaram o comparecimento à sessão do Senado que discute o caso Varig.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.