Caso Sean vira ''questão de Estado''

A Casa Branca está encarando o caso Sean Goldman como questão de Estado e o assunto pode ofuscar as discussões estratégicas entre Brasil e Estados Unidos hoje. Segundo Thomas Shannon, secretário de Estado assistente para Hemisfério Ocidental, Barack Obama sabe da importância de restituir o menino ao pai. "E a secretária de Estado já deixou bem claro que é uma questão que deve ser resolvida rapidamente a favor do senhor David Goldman, segundo a Convenção de Haia."Indagado pelo Estado, Shannon não quis confirmar se Obama abordará o assunto com Lula. "Não sei se o presidente vai falar sobre isso ou não, é decisão dele; mas obviamente o presidente está consciente sobre a importância do assunto." Shannon afirmou que a secretária de Estado, Hillary Clinton, falou por telefone com Goldman na quarta-feira e "enfatizou a importância do caso".O americano David Goldman luta há mais de quatro anos pela guarda do Sean Goldman, de 8 anos. David casou-se com a brasileira Bruna Ribeiro em 1999 e em 2000 nasceu Sean, nos EUA. Quatro anos depois, Bruna levou o filho para o Brasil e, chegando lá, pediu o divórcio. Ela se casou de novo e morreu em agosto de 2008, em decorrência de complicações no parto da filha do casal. Sean continua no Brasil, vivendo com o padrasto, que se recusa a devolvê-lo ao pai.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.