Caso Sardenberg não tem efeito vinculante

Três prefeitos do interior do Pará tentaram se aproveitar da decisão do Supremo Tribunal Federal que absolveu o ex-embaixador Ronaldo Sardenberg em acusação de improbidade administrativa, mas não tiveram êxito. O STF mandou arquivar seus pedidos alegando que a decisão sobre o caso Sardenberg não possuía efeito vinculante e nem eficácia sobre todos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.