Caso BNDES: Paulinho diz que não vai renunciar

O deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (PDT-SP), disse hoje que não há possibilidade alguma de renunciar ao mandato e classificou como "armação" as acusações que pesam contra ele, de envolvimento em fraudes no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). "Renunciar não tem nenhuma possibilidade. Não posso renunciar em conseqüência do que não devo", afirmou Paulinho, segundo informação da Agência Brasil.As declarações foram feitas no mesmo dia em que o Conselho de Ética pode abrir processo contra o deputado. "Nada melhor do que resolver a questão no Conselho de Ética. Lá, vou ter oportunidade de explicar essa armação que estão fazendo contra mim, essa perseguição política", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.