Casal que tentou matar filhos deve ir a júri popular

O casal Alexandre e Sara Alvarenga deve ser julgado por júri popular, de acordo com informações do promotor Marcos Tadeu Rioli. No dia 2 de fevereiro, Alexandre arremessou o filho de 1 ano contra o pára-brisa de um carro. Na seqüência, bateu a cabeça da filha de 6 anos contra uma árvore. Ele é acusado de tentativa de homicídio contra os dois. A mãe é acusada de participação nos crimes. Hoje o promotor disse que a Justiça acatou seu pedido para a reconstituição do crime. Ainda não há data marcada. Ele disse que o advogado de Sara, Pedro Renato Marcelino, entrou ontem com pedido de segredo de Justiça para o processo e o advogado de Alexandre, Luiz Henrique Cirilo, solicitou a revogação da prisão dele. O promotor pediu ao juiz Maurício Guimarães que as duas solicitações sejam indeferidas. O juiz deve divulgar nesta sexta-feira sua decisão. O bebê foi submetido hoje a radiografias para verificar se há necessidade de cirurgia na região do olho esquerdo. De acordo com a assessoria do hospital Mário Gatti, há uma fratura no local. Ele tem dificuldades para movimentar os membros direitos e apresenta picos de febre, mas seu estado de saúde está evoluindo bem, segundo os médicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.