Casal confirma negociação com TDAs

O fazendeiro Serafim Rodrigues de Moraes e sua mulher Vera Arantes apresentaram, em depoimento à Corregedoria-geral do Senado, cópias de suas movimentações bancárias, comprovando que foram feitos depósitos na conta do empresário Vicente Pedrosa, acusado de ter tratado uma negociação irregular de venda de títulos da dívida agrária (TDAs) em nome do presidente licenciado da Casa, Jader Barbalho (PMDB-PA). Pedrosa, que participaria de uma acareação com o casal, não foi à Corregedoria. Com a movimentação bancária, o casal procurou mostrar que Pedrosa mentiu sobre o caso, já que, em depoimento à Polícia Federal, negou que tenha sido depositado dinheiro em sua conta por conta da venda de títulos. Após ser ouvida pela corregedoria, Vera reafirmou que viu Jader no Hotel Hilton, em São Paulo, no período em foi fechada a negociação para comercialização dos TDAs, em 988. Ela ressaltou que, em nenhum momento, soube do envolvimento de Jader na transação e disse que não tem nenhuma prova que comprove o envolvimento do presidente do Senado na transação. "A presença de Jader no mesmo hotel onde estava hospedado Pedrosa pode ter sido uma coincidência, ou não", declarou Vera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.