Casa rejeita emenda que elevaria mínimo para R$ 600

O Senado rejeitou a emenda do PSDB que elevava o salário mínimo para R$ 600,00 este ano. Foram 55 votos contra a emenda, 17 a favor e 5 abstenções.

Eduardo Bresciani, do Estadão.com.br em Brasília,

23 de fevereiro de 2011 | 22h51

 

Agora os parlamentares vão analisar a emenda do DEM que fixa o valor de R$ 560,00. Se esta emenda for derrotada, o valor de R$ 545,00 está consolidado porque ele consta no projeto de lei, que já foi aprovado.

 

Além de fixar o valor do mínimo para 2011, o projeto estabelece uma política de reajustes até 2015. Pela política, o mínimo será reajustado todos os anos com base na inflação do ano anterior e o crescimento da economia dois anos antes.

 

O projeto afirma que os reajustes dos próximos anos podem ser feito por um decreto presidencial, mas o PSDB apresentou um destaque para retirar essa permissão do texto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.