Casa do senador Demóstenes Torres em Goiânia é alvo de disparos

A casa do senador Demóstenes Torres (PFL-GO), em Goiânia, foi alvejada com seis tiros na madrugada de hoje, por volta de 0h15. De acordo com o senador, os tiros são de uma arma de calibre 375 e as balas ultrapassaram o portão metálico da casa. Uma delas atingiu a cozinha, onde a esposa do parlamentar estava jantando. "Ouvi o barulho dos disparos, mas não achei que fosse na minha casa", afirmou Torres. Os tiros, segundo o senador, foram disparados por homens que estavam em uma Paraty vermelha. O atentado, ainda de acordo com Demóstenes Torres, foi uma ação intimidatória. "Não foi assalto e nem tentativa de homicídio", considerou. As polícias Federal, Civil de Goiás e Militar estão trabalhando no caso. "O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, telefonou pela manhã e colocou a Polícia Federal à disposição", disse. Torres informou ainda que o presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP), também ofereceu o trabalho da polícia do Senado. E contou que pretende reforçar a segurança, principalmente para sua esposa e os dois filhos. Na noite de ontem, havia apenas um segurança na casa. O parlamentar já foi procurador geral de Justiça por duas vezes em Goiás e de janeiro de 1999 a abril de 2002 exerceu o cargo de secretário de Segurança Pública do Estado. As informações são da Agência Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.