Casa Civil nomeia sete para governo de transição

Entre os nomeados estão Clara Ant, assessora licenciada da Presidência, que atuou na campanha

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

08 de novembro de 2010 | 09h26

BRASÍLIA - O ministro interino da Casa Civil, Carlos Esteves Lima, assinou sete nomeações para o cargos especiais para o governo de transição. A portaria foi publicada nesta segunda-feira, 8, no Diário Oficial da União.

 

Entre os nomeados estão Clara Ant, assessora licenciada da Presidência, que trabalhou na campanha da presidente eleita, Dilma Rousseff; Giles Carriconde Azevedo,ex-secretário-executivo adjunto da Casa Civil e a jornalista Helena Maria de Freitas Chagas, ex-diretora de jornalismo da Empresa Basil de Comunicação (EBC).

 

Integram também a lista, Paulo Leonardo Martins, Marly Ponce Branco, Cleonice Maria Campos Dornelles e Anderson Braga Dornelles.

 

Os primeiros nomes da transição

 

O Diário Oficial de ontem publicou a lista com os primeiros sete nomes que participarão da transição entre o governo Lula e o da presidente eleita, Dilma Rousseff. Todos trabalharam na campanha da petista.

.

Clara Levin Ant

Ex-assessora especial da presidência da República. Trabalhou na campanha de Dilma Rousseff cuidando do banco de dados. Deverá assessorar a futura presidente.

 

Helena Maria de Freitas Chagas

Ex-diretora de Jornalismo da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Trabalhou na campanha como coordenadora de comunicação da então candidata do PT. Está cotada para ser a porta-voz da presidente.

 

Cleonice Maria Campos Dorneles

Ex-assessora do gabinete da Casa Civil. Trabalhou na campanha de Dilma e deverá dar assessoria à futura presidente.

.

Giles Carriconde Azevedo

Ex-secretário executivo adjunto da Casa Civil. Gaúcho, Giles é assessor da presidente eleita desde o Rio Grande do Sul. Também trabalhou na campanha e é apontado como um dos assessores mais próximos da presidente eleita. Deverá ocupar uma assessoria no Planalto, ligada diretamente a Dilma.

.

Marly Ponce Branco

Ex-assessora técnica da subchefia de análise e acompanhamento de políticas governamentais da Casa Civil. Trabalhou na campanha e deverá ter um cargo na assessoria da presidente eleita.

.

Anderson Braga Dorneles

Ex-assessor especial da Casa Civil, Dorneles é uma espécie de "sombra" de Dilma. O jornalista gaúcho trabalhou na campanha da petista e deverá ocupar uma assessoria da presidente eleita.

 

Paulo Leonardo Martins

Trabalhou na campanha diretamente ligado a Clara Ant. Deverá ter cargo semelhante no futuro governo.

Tudo o que sabemos sobre:
Dilma RousseffCasa Civiltransição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.